Como compor uma música em dois passos

Sou um apaixonado por música. Desde sempre. Na adolescência comecei a tocar
instrumentos, estudar música e compor as minhas. Então quando alguém me fala “eu queria
compor uma música” isso me deixa tão feliz que tento já dar algumas dicas simples pra pessoa.
Vou tentar colocar essas dicas de uma forma organizadinha neste texto. Mesmo que você não
toque nenhum instrumento, você pode usar esse tutorial, mas nesse caso vai precisar fazer
uma música colaborativa (junto com algum instrumentista).

Qualquer música é composta de três elementos: melodia, harmonia e ritmo. Minha
opinião é que pra compor uma música você pode dividir a criação desses três elementos em
dois passos: criar a melodia; adicionar a harmonia. Mas pra onde foi o ritmo? Entendo que ele
consegue ficar implícito na criação da melodia. (Se você é músico, não me apedreje
ainda…continue o texto que você vai entender.) Então vamos aos passos.

1) Criando a melodia

Quando você se pegar cantarolando uma melodia que parece algo novo e você achou
que ficou legal, pegue o celular do bolso e grave! Nesse ato de cantarolar algo, mesmo
que sem querer você já vai ter pensado em um ritmo, ou seja, uma velocidade e batida
pra essa música. Se a melodia já vier na sua cabeça acompanhada de letra, está
começando aí uma música cantada; caso contrário, será uma música instrumental. Se
não tiver letra mas você quiser que tenha, você pode deixar isso pra depois, com
calma, com ajuda de outra(s) pessoa(s), e/ou enriquecendo sua obra com referências
de livros, artigos, músicas e outros versos que te inspirem. Olha um exemplo de música
que tive a ideia de fazer enquanto lia o livro “Pense Biblicamente” do John MacArthur:

2) Criando a harmonia

Aí é a parte em que se precisa de um instrumentista. Ele vai pensar em quais acordes
(conjuntos de notas) vão formar um bom acompanhamento pra cada parte da sua
melodia. Se você não for um, passe pra algum que você conheça. Se não conhecer
nenhum, me manda que a gente faz uma música juntos ;D Já fiz umas 10 assim e
sempre aceito novas propostas.

Esses dois passos podem até demorar alguns dias ou semanas (e também podem ser
feitos na ordem inversa), mas pensando dessa forma prática a gente acaba com o mito de que
só gênios conseguem fazer música. Se você tem vontade de fazer músicas, não tenha medo.
Essa é uma das mais incríveis formas de expressão do ser humano, então não desperdice sua
inspiração. O estudo e o aprimoramento virão como consequência de você gostar e querer
passar a fazer cada vez mais e melhor.

Então, vá lá! Se expresse! Torne a vida mais poética. O mundo agradece.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *